Millor Fernandes:


Jornalismo, por princípio, é oposição – oposição a tudo, inclusive à oposição. Ninguém deve ficar acima de qualquer suspeita; para o jornalista, não existem santos.

domingo, 3 de março de 2013

"Che Guevara não gostava de rock" - Relatos históricos sobre a proibição e Censura ao rock: PT 2

Publicado Originalmente em 01/09/11


"Aqueles que escolherem o próprio caminho" (como deixar o cabelo crescer e ouvir música imperialista ianque) serão denunciados como "dejetos" e "delinquentes".

Continuando a série onde apresento casos históricos de censura prévia ou Proibição completa do Rock em diversos países com sistemas políticos diferentes.
Ontem contei o caso mais notório de censura à artistas do Rock e derivados chegando até ao pop. Ocorrido nos anos 80 nos EUA. justamente o berço do Rock 'n Roll.

Se ontem meti o malho nas senhoras donas de casa aterrorizadas com musicas que falavam de masturbação, sexo e violência (na cabeça delas) e preocupadas com o fim dos valores da família cristã Americana de direita. Hoje vou desmistificar a relação entre o Rock e a Esquerda Socialista/Comunista.

Não sei exatamente o porque; mas há entre os jovens, e muitos tios velhos marxistas, uma falsa ilusão de que o Rock e o socialismo caminham juntos. Erro crasso.

Há um total desconhecimento, proposital ou não, acerca dos fatos que torna injusta uma analise histórica. Ainda hoje jovens e revolucionários maconheiros de DCE misturam o idealismo do Rock com a cegueira quase religiosa das utopias marxistas.

O que dizer dos roqueiros paga-pau do Socialismo e do Comunismo que desfilam orgulhosos com camisas estampando a clássica foto de Che Guevara? Músicos como Santana Rage Against the Machine gostam de associar sua imagem à de Che. Mal sabem eles (ou fingem que não) que Cuba proibiu o rock entre 64 e 66, declarando os Beatles, por exemplo, agentes do imperialismo capitalista.

Será que ainda o fariam se soubessem que a primeira ordem oficial de Che ao tomar a cidade de Santa Clara foi banir a bebida, o jogo e os bailes como "frivolidades burguesas"? O próprio neto de Che, Canek Sánchez Guevara, não escapou da perseguição. O guitarrista sofreu nas garras do regime policialesco que seu avô ajudou a criar, e preferiu fugir de Cuba. Homossexuais também foram vítimas de perseguição e acabaram em campos de trabalho forçado. Em meados dos anos 60, o crime de se parecer com um "roqueiro" ou ter um comportamento efeminado fez com que a polícia secreta cubana retirasse das ruas e parques de Cuba milhares de jovens e os jogassem em campos de concentração que tinham os dizeres "O Trabalho Fará de Você um Homem" em seu portão principal, bem como homens com metralhadoras localizados estrategicamente em torres de observação.

Nota: Ato semelhante ocorreu no Brasil em 1957 quando Jânio Quadros, ainda governador de São Paulo, proibiu todos o bailes de rock no estado. Como curiosidade Jânio então presidente do Brasil em 1961 condecorou o ministro da Indústria e Comércio de Cuba, Ernesto "Che" Guevara com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul. Numa tentativa de aproximação com os países socialistas. Jânio não pode ser considerado socialista, mas sim um populista com forte atração pelo socialismo.
Aí você me diz: Ah, mas o Che era amigo de Johnn Lennon

Todos conhecem essa foto:


Pois eu te digo, é mentiraaaa...


Aí você me questiona de enovo - Ah mas o Audiolave já tocou em Cuba. E eu te pergunto. Audioslave? A banda do Tom Morello? Aquele cara que viaja com o Rage Against the Machine exigindo (em contrato) voar de primeira classe? (A esquerda adora dizer que luta pela extinção da desigualdade socioeconômica, mas não renuncia as extravagâncias que, segundo ela própria, geram a desigualdade socioeconômica assim como não abre mão de bens de consumo produzidos graças e unicamente ao capitalismo).

Che e Fidel mandaram também fuzilar gays. Faz pouco tempo que Fidel "reconheceu o erro" - como se isso trouxesse as vidas dessas pessoas de volta -. Isso por acaso te responde por que o Audioslave tocou em Cuba?

Já ouviu falar em hipocrisia?

Então meu pequeno "comuna", entenda. Che Guevara não gostava de rock, se fosse vivo e fizesse parte do governo do seu país ele, no mínimo, mandaria você para a prisão por cultuar os valores do imperialismo Yankee.

Gorki Aguila com a camiseta que "homenageia" a Revolução Cubana de 1959; o ano do erro, diz a estampa

Quer usar uma camisa com a cara de alguem ligado a Cuba? Use uma com a foto do cubano Gorki Águila. Não sabe quem ele é? é obvio que não seu petista de bunda. E agradeça isso ao seu ídolo Fidel Castro.

Gorki Águila é um músico anarco-punk cubano dissidente, e vocalista da banda Porno para Ricardo conhecida por suas críticas ao governo autoritário de Fidel Castro.

Em 2003, Águila foi preso por porte de drogas depois que uma policial disfarçada de fã recebeu dele anfetaminas (Mas a esquerda não é a favor da liberação das drogas?). Águila argumentou que o episódio não passou de uma armadilha e uma tentativa de silenciá-lo. Solto depois de cumprir sua pena, Águila se tornou ainda mais crítico ao governo cubano, suas músicas se tornaram ainda mais politizadas. Em uma entrevista para a CNN em 2007, Águila afirmou que o "Comunismo é uma falha. Um erro total. Por favor, Esquerdistas do mundo - melhorem seu capitalismo". Em uma entrevista com anarquistas cubanos exilados o "Porno Para Ricardo" descreveu o anarquismo como sendo "muito sedutor".

Em Agosto de 2008, Águila foi preso pela polícia cubana pela acusação de "periculosidade" que permite que pessoas sejam detidas diante da intenção de cometer crimes. A condenação implica uma pena de um a quatro anos de prisão. Acusações de "estado de periculosidade" são comumente aplicados a pessoas alcoolizadas e comportamento antissocial.

Gorki sendo preso

Gorki Águila participou recentemente do documentário "Habana Blues", sobre a nova música independente e alternativa de Cuba.

Lá nos EUA durante os anos 80 éramos (e ainda somos) pervertidos. Poderíamos ser processados ter um selinho escroto nas capas dos CDs e até presos. Já em Cuba somos agentes do imperialismo e acabamos presos. Roqueiro só se f...

"Camaradas" Censuraram o Rock

Na União Soviética e no Leste Europeu não havia proibição oficial. Bandas locais eram permitidas, mas tinham de passar por censores. Discos de bandas estrangeiras simplesmente não eram lançados, mas o mercado negro proliferava.

A Hungria viu surgirem bandas cultuadas como Omega e Illes, enquanto a Tchecoslováquia ficou famosa pela Plastic People of the Universe que se tornou ícone na luta contra a ocupação Soviética.

Na China, o veto ao rock fez parte da Revolução Cultural (66-69). Entre os países islâmicos, a Indonésia proibiu o rock durante três décadas (60-90) e o Paquistão entre os 77 e 88. No Afeganistão sob o talibã, qualquer tipo de música, exceto seus cânticos devocionais, foi proscrito entre 94 e 2001.

O Heavy metal, dado a extremismo, é ainda mais rechaçado em países islâmicos como o Irã; onde artistas do gênero são expulsos de seu país.

Direita e esquerda, já tiveram, ou ainda tem, problemas com o rock; por seu DNA contestador e transgressor. De fato o único sistema em que o Rock se identifica é o Anarquismo, talvez o Libertarismo também se adaptasse perfeitamente.

Em contra partida na Europa o metal tem sido usado por grupos fascistas extremistas e neonazistas; o NSBM: National Socialist Black Metal. para difundir suas ideias de racismo, xenofobia e intolerância. Mas isto é outro assunto.

Aos fãs de Rock comunistas e socialistas sugiro que façam "Rock Socialista", sem Rock. Pois rock é coisa de Yankee imperialista. Ou continuem ignorando este fato e sejam felizes com sua total incoerência.

Encerro este post dedicando uma frase de Paul Stanley aos defensores de utopias Marxistas Petistas, proibicionistas em geral e sonhadores derivados :

"Não importa o que façamos, cada um terá uma visão diferente. É fantástico como as pessoas sempre têm idéias melhores... para elas. Só que elas precisam saber se suas idéias são melhores para todo mundo." (Paul Stanley)







Fontes:

Sites
Blogs
http://abibliadorock.blogspot.com/2011/07/vocacao-politica.html
http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=260


Mais sobre: Censurado! - Relatos históricos sobre a proibição e Censura do rock: Parte 1
 http://shogunidades.blogspot.com.br/2011/08/rock-proibidao-relatos-historicos-sobre.html


 - Em 12/04/13 - Tivemos este Artigo publicado no Site Whiplash
Che Guevara, Cuba, China: a proibição e Censura ao rock
ttp://whiplash.net/materias/biografias/177334.html

6 comentários:

  1. Puxa, Shogum. Esse seu texto é excelente, e a parte 1 também. Saiba que eu mesmo tive uma pendenga com o carinha que canta no Rage Against The Machine, no ano passado, via Twitter. Até te dou os endereços, para você mesmo ler: http://twitter.com/#!/tmorello/status/27436071700 e http://twitter.com/#!/mjdelfino/status/27478154647

    ResponderExcluir
  2. Marcelo, eu lembro do episódio com o Tom Morello, e até retuitei na época sua resposta a ele.

    Até gosto de RATM, mas é pretensiosismo demais querer vir se meter na politica de um país que ele nem conhece.

    ResponderExcluir
  3. Seria bom que todo esquerdopata viesse aqui ler isto.

    Na Fla Metal mesmo tem alguns deles. Um chegou a absurda conclusão de que bandas de rock são originariamente esquerdistas, talvez por algumas delas falarem de problemas sociais.

    Como assim? Falar de problemas sociais é coisa de esquerda, mas ganhar rios de dinheiro em cima disso pode? Muita hipocrisia.

    Não entendo como tem gente que ainda defende caras como Che Guevara. Foi um assassino, opressor e racista.

    Quando se fala em racismo é bem comum encontrar líderes comunistas/socialistas no meio. Não que na direita não exista, pois sabemos que existe, e muito, mas a esquerda nunca foi um balneário de homens bonzinhos e preocupados com a causa humana. Contem outra!!!

    Sobre esse Tom Morello, não é o cara daquela banda que fala de anticapitalismo e critica privilégios das mais variadas espécies, mas viaja na primeira classe? Isto nos remete ao que já falei sobre hipocrisia. Não devem ser levados em consideração.

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou nem de esquerda e nem de direita ,mas algo que eu reparei dos esquerdistas é que eles rosnam mais e argumentam menos ,te chamam de fixista e esquerdista só por não concordar com eles ,em fim ,pensar pessoas ,pesar não dói e nem gasta o celebro .

    ResponderExcluir
  5. Independente se o rock é coisa de esquerdista ou direitista é veio para quebrar barreiras da censura e repressão. A não ser que algumas pessoas achem que Jota Quest é rock.

    ResponderExcluir

Recomenda-se ao comentarista que submeta seu texto a um corretor ortográfico.

Pede-se o uso de parágrafo, acrescentando-se um espaço entre uma linha e outra.

O blog deletará texto só com letras MAIÚSCULAS.


"Se a prudência da reserva e decoro indica o silenciar em algumas circunstâncias, em outras, uma prudência de uma ordem maior pode justificar a atitude de dizer o que pensamos." - (Edmund Burke)